Após proposta da prefeitura, reitora quer indenização por invasão de terrenos em Solânea

Publicado em domingo, junho 7, 2015 ·

reuniao1-300x169Após proposta apresentada pela prefeitura de Solânea para comprar o terreno da UFPB onde vivem 43 famílias, a reitora Margareth Diniz, espera uma solução pacífica para  o problema até o final deste mês, cujo prazo  de reintegração de posse concedido pela Justiça à instituição se encerra no dia 30 de junho.

A pendenga de reintegração de posse de terrenos da UFPB se arrasta desde o final da década de 90. Em 2011, a Justiça se manifestou favorável a ação impetrada pela universidade obrigando-a a derrubar todas as casas e outras  edificações nas áreas invadidas.

De acordo com a professora Margareth Diniz, a UFPB pretende ingressar com um pedido de indenização junto à Prefeitura de Solânea para evitar um drama social das mais de 40 famílias que ocupam indevidamente o terreno há mais de 40 anos.

Acatada a proposta, Margareth Diniz pretende reunir, em reunião extraordinária,  o Conselho Universitário, órgão deliberativo superior em matéria de política geral da Universidade, para referendar a proposta.

Porém, antes mesmo que a reitora lançasse a proposta, em uma reunião ocorrida no dia 26 de maio, a prefeitura local já havia se antecipado e se oferecido para medir o terreno e comprá-lo evitando o despejo das famílias moradoras do local.

Focando a Notícia com Clickpb

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627