Após denúncias na Integração, Dilma demite diretor e irrita PMDB

Publicado em segunda-feira, Janeiro 23, 2012 ·

albertBRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff assinou a exoneração do diretor administrativo do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Albert Brasil Gradvohl e a nomeação de Victor de Souza Leão para o cargo.

Esta foi a saída encontrada pela presidente para não ter que demitir o diretor-geral do órgão, afilhado político do líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves, apesar das irregularidades constatadas pela Controladoria Geral da União.

A demissão irritou a bancada cearense do partido. A exoneração foi publicada na edição desta segunda-feira (23/01), no Diário Oficial da União.

O PMDB não se conforma com a degola de Gradvohl como único responsável pelas irregularidades e promete ainda nesta segunda procurar a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti e da Integração Nacional, Fernando Bezerra, para discutir o assunto.

A Controladoria Geral da União (CGU) identificou irregularidades em obras de irrigação no Ceará, analisadas pelo Ministério da Integração.

A pasta vem sendo alvo de denúncias de favorecimento político. Conforme revelado pelo O Globo, no sábado, 21, o ministro Fernando Bezerra sugeriu a demissão de Albert Gradvohl em razão do relatório da CGU.

O novo titular da diretoria administrativa do Dnocs é funcionário da CGU. O relatório de irregularidades da Controladoria inclui desvio de recursos, dispensa de licitação e superfaturamento nas obras da barragem de Tabuleiro de Russas, no Ceará.

Da Folha Online

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627