Após cirurgia, idosa espancada por agiota em São Gonçalo (RJ) perde visão do olho esquerdo

Publicado em quinta-feira, Janeiro 5, 2012 ·

idosa-espancada1A aposentada Lyriasiria dos Santos Gomes, 79, perdeu a visão do olho esquerdo depois de ser espancada no dia 28 de dezembro por um agiota que cobrava uma dívida contraída pelo neto, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro. A agressão durou cerca de 15 minutos e ocorreu na casa da vítima.

A idosa chegou a ser submetida a uma cirurgia em uma clínica especializada ontem, porém a violência dos golpes comprometeu a sua recuperação, de acordo com o boletim médico.

Lyriasiria –que chegou a ficar internada por seis dias na UTI– recebeu alta algumas horas após a intervenção cirúrgica e está em repouso na casa de parentes. Em entrevista à TV Globo pouco antes de ser operada, a aposentada contou detalhes sobre o momento em que foi abordada pelo agiota.

“Eu estava deitada quando ele chegou e me abordou. Depois ele começou a me bater. Foi tudo bem no IML e agora vou examinar minha vista, não estou enxergando nada, nada. Mas eu vou melhorar, Deus é bom. Eu sobrevivi graças a Ele”, afirmou ela.

Mesmo com a visão prejudicada e com diversos hematomas pelo corpo, a aposentada ajudou a Polícia Civil a confeccionar um retrato falado do agiota. O Disque-Denúncia recebeu até a tarde desta quinta-feira (5) pelo menos 21 denúncias sobre possíveis localizações do criminoso, segundo a polícia.

Os investigadores da 72ª Delegacia de Polícia (Mutuá) mostraram a imagem para o neto da vítima, porém ele não reconheceu o agressor. O homem que contraiu a dívida tem 32 anos e está preso desde o dia 12 de dezembro na penitenciária Ary Franco, em Água Santa, onde cumpre pena por roubo.

Além dos crimes de agiotagem e lesão corporal grave, os agentes da 72ª DP também investigam se o agiota que espancou a idosa tem relações com o tráfico de drogas no município de São Gonçalo.

Segundo a polícia, Lyriasiria estava sozinha em casa –a filha saiu por volta de 6h30 para comprar pão e deixou a mãe deitada no quarto– no momento em que o agiota entrou na casa a fim de cobrar a dívida. No entanto, a filha acabou esquecendo de trancar a porta da residência, o que facilitou a invasão.

A polícia ainda não sabe se o agressor já tinha conhecimento da prisão do neto da vítima e a espancou como forma de vingança ou se a motivação do crime foi o fato de não ter encontrado o rapaz no local.

Uol Notícias

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627