Após ameaça, PMDB volta atrás e só oficializa pré-candidatura depois do carnaval

Publicado em terça-feira, Fevereiro 14, 2012 ·

pmdb1O PMDB da Paraíba reuniu vários integrantes do partido e a imprensa, na noite dessa segunda-feira (13), para oficializar o que todos já sabiam: o ex-governador José Maranhão foi o escolhido para disputar a prefeitura de João Pessoa nas eleições deste ano. No entanto, a insatisfação do deputado Manoel Júnior, que ameaçou recorrer da decisão junto a Executiva Nacional da legenda, parece ter causado uma reviravolta dentro do diretório estadual.

Tanto que o PMDB decidiu voltar atrás e divulgar uma nota à imprensa negando que o nome de Maranhão foi oficializado como pré-candidato e afirmando que essa escolha só será definida após o carnaval. De acordo com a nota, a noite de ontem serviu apenas para divulgar o apoio de integrantes do partido à pré-candidatura do ex-governador.

Confira a nota na íntegra:

O ex-governador José Maranhão foi apoiado publicamente, no início da noite desta segunda-feira (13) por todos os pré-candidatos do PMDB à Câmara Municipal de João Pessoa, na sua pretensão de pré-candidato do partido à prefeitura da Capital. Ele, no entanto, não assumiu tal condição, oficialmente, o que somente fará após o carnaval quando, segundo afirmou, será o momento oportuno, quando todos os envolvidos no processo interno, principalmente o deputado federal Manoel Júnior, também postulante à condição de pré-candidato, tomarão conhecimento oficialmente da pesquisa realizada pela direção estadual para escolha do nome com maior aceitação popular.

Maranhão agradeceu aos pré-candidatos a vereador que manifestaram apoio ao seu nome, através de documento assinado por eles, afirmando que, a partir daquele momento, estaria “à disposição de todos”.

O deputado federal Manoel Júnior compareceu ao evento. Ele fez um resumo da sua trajetória política, lembrando sua votação sempre crescente e majoritária na cidade de João Pessoa. Ele confessou que seu primeiro voto, como eleitor, foi dedicado a José Maranhão.

A respeito dos critérios para escolha do pré-candidato do partido a prefeito, Manoel Júnior disse que “na medida em que a pesquisa é quem vai decidir, eu tenho meus números, mas não posso apresentar, e Maranhão tem os dele. Espero que depois de uma conversa que teremos com Michel Temer e Valdir Raupp possamos definir, de vez, o candidato do PMDB.

CAMPANHA PROPOSITIVA Discursando para um auditório lotado, José Maranhão prometeu “fazer uma campanha propositiva porque a prefeitura de João Pessoa não pode ser comparada a uma senzala do Palácio da Redenção que é a Casa Grande”, afirmou acrescentando que “minha história política passa dos 50 anos”.

O ex-governador prometeu que irá se engajar ainda mais nessa campanha. “Se a campanha passada eu já fiz com engajamento, essa eu farei com mais garra ainda para vencer”, prometeu. Estiveram presentes na sede do PMDB os deputados Benjamim Maranhão, Francisca Motta, Gervásio Filho e Olenka Maranhão, além dos vereadores de João Pessoa, Mangueira e Fernando Milanez.

Apoio – Na ocasião, o vereador Fernando Milanez apresentou uma carta assinada por 27 pré-candidatos a vereador que já declararam apoio ao peemedebista. Na solenidade que começou no final da tarde discursaram o vereador Fernando Milanez, o ex-governador José Maranhão, o deputado federal Manoel Júnior e o deputado federal Benjamin Maranhão, presidente do diretório municipal da capital.

CARTA DOS PEEMEDEBISTAS AOS PESSOENSES Militantes e lideranças do PMDB, interessados nas eleições deste ano na Capital, reunidos na sede central do partido, emitem a seguinte carta aos pessoenses:

01 – O PMDB não descuida de suas responsabilidades políticas quando se tratar de construir , juntamente com a população, um projeto de governo para Estado ou para os municípios paraibanos e um modelo de atuação parlamentar que levem em consideração as cobranças da sociedade e os princípios da moralidade pública e da probidade administrativa.

02 – O partido possui os líderes mais experientes na política da Paraíba e não pode fugir na hora em que a população parece abandonada pelas novas lideranças de outras facções políticas, que adotam práticas do neo-coronelismo autoritário e perverso que massacra sem contemplação servidores, organizações sociais e sindicatos dos trabalhadores do setor público em nosso Estado.

03 – Os peemedebistas socialmente mais conscientes e partidariamente mais comprometidos com a história e lutas do partido, especialmente aqueles que militam na base comunitária, sabem que as experiências de Governo do PMDB, nos últimos tempos, está obrigatoriamente confrontada com essa assustadora, preocupante e temerária experiência de laboratório que está aí em andamento, onde o povo e os colaboradores e parceiros da administração são vistos como estranhos, quando não inimigos do Governo e do desenvolvimento da Paraíba.

04 – Disputando e ganhando o Governo democraticamente e governando de forma moralmente exemplar, sem envolvimento com escândalos ou faltas desabonadoras da conduta pública, o ex-governador José Maranhão respondeu por três períodos governamentais e vem obtendo da população desde 2002, seguidamente, a preferência de, só para citar números, próximo a um milhão de votos em cada eleição, demonstrando confiança, maturidade e fidelidade absoluta aos interesses coletivos.

05 – A perda da última eleição estadual, de forma acidentária e pouco explicável, e os descaminhos do atual modelo de gestão pública no Estado, tendente a um fracasso retumbante, reclamam do PMDB a recolocação do seu projeto administrativo, reiteradamente bem sucedido, agora impregnado de novas ferramentas de gestão.

06 – Embora preparando seus novos quadros políticos para as eleições de 2014, baseado na experiência do prefeito Veneziano em Campina Grande, o PMDB deseja intervir no processo eleitoral na Capital, colocando o nome de maior projeção e reputação, dentro do partido e perante a opinião pública, o líder peemedebista Zé Maranhão, como escolha das bases partidárias para disputar o cargo de prefeito.

Assim, para que o partido não perca a sintonia com as ruas e não desconsidere o que pensam suas bases e grande parte da população ouvida através de consultas, enquetes e pesquisas já divulgadas, e para que outros projetos, calcados na legítima mas não frutífera vaidade de pessoas ou líderes, possam desviar os interesses do debate devido, nós pré-candidatos a vereador pelo PMDB de João Pessoa, conclamamos da instância partidária própria, a adoção da candidatura de Zé Maranhão a prefeito, sob pena de trairmos os verdadeiros compromissos com a sociedade pessoense e com a quebra do continuísmo político e administrativo reinantes na Capital. Exigimos, ainda, que o partido abra conversação com outras agremiações do campo convergente, objetivando formar possíveis e posteriores coligações. João Pessoa, em 13 de fevereiro de 2012.

Com Assessoria

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627