Apagões educacionais  na “Pátria Educadora” 

Publicado em segunda-feira, setembro 12, 2016 ·

carlos tota(Karlos Thotta/2016)

QUE TIPOS DE “DOUTORES” AS “ESCOLAS SUPERIORES” ESTÂO ENTREGANDO PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA?

Nos países educacionalmente desenvolvidos, os melhores estudantes são convidados para ingressar na mais reconhecida, e mundialmente sagrada, profissão magisterial.

Quase sempre, estes bons estudantes serão futuros professores e iniciam as suas carreiras como monitores, nas disciplinas onde mais se destacaram, nos cursos que já concluíram.

Após concluir sua indispensável formação superior, tornam-se professores assistentes e, através de aperfeiçoamentos, poderão ocupar os postos de professores adjuntos, titulares, e até o cargo maior de doutor-professor-catedrático.

É assim que a Educação funciona quando o objetivo primordial é o aprender. Aprender pelo prazer de saber acumular os conhecimentos geradores de desenvolvimentos tecnológicos, educacionais, econômicos, científicos…

Uma boa Escola é semelhante a um templo sagrado, onde as salas de aula, laboratórios e bibliotecas são altares de sabedorias e aprendizados.

Só a boa Escola poderá transformar alunos comuns em Estudantes e em Cidadãos éticos-competentes.

É a boa Escola que tem bons estudantes, bons professores e os profissionais capazes de tirar o Brasil do atual e vergonhoso apagão educacional. O alto índice de diplomandos e diplomados, que tèm elevados graus de analfabetismo funcional tecnológico, envergonha o sofrido povo brasileiro que paga todas as contas.

Tal situação catastrófica, vem do descaso com o ensino Básico brasileiro (Infantil + Fundamental + Médio). É profundamente lamentável o faz-de-conta e as farsas existentes nos cursilhos criminosos que se arvoram em formar ‘técnicos’ e  ‘professores’ através de um dia de aula a cada mês, sem as devidas e tão necessárias avaliações.

Como consequência direta dessa pseudo formação, a maioria desses ‘professores’ (da maioria das escolas) fingem que transmitem muitos conteúdos, enquanto os alunos copiam fingindo entender, com as aprovações da  ‘escola’  e as bênçãos do “ministério da enganação”, pago e mantido pelo povo.

Uma Reforma Geral da Educação torna-se urgente, com a adoção de um Sistema Gestor Eficaz, que selecione e promova a formação de docentes competentes e comprometidos em elevar a qualidade geral das Escolas, principalmente nos Ensinos Fundamentais e Médios.

O Brasil possui, há vários anos, os piores índices educacionais do mundo.

O atraso, científico-tecnológico, é imenso…Nacionalizar a Educação e adotar um Regime Escolar Integral com ênfase na leitura monitorada e compartilhada pelas famílias, é um Sistema que tem dado excelentes resultados em muitos países que tinham situações semelhantes às vividas atualmente pelo Brasil.

As disciplinas, os conteúdos e pedagogias, devem agir à luz das realidades e das modernidades atuais, com os potenciais criativos do povo brasileiro…

É inadmissível a realidade do sistema atual: 65% dos alunos concluintes do ensino médio são analfabetos funcionais.

COMO PODE ESTE IMENSO CONTINGENTE TER ACESSO ÀS FACULDADES E UNIVERSIDADES?

QUAIS TIPOS DE ‘DOUTORES’ AS ‘ESCOLAS SUPERIORES’ TÊM ENTREGUE À SOCIEDADE BRASILEIRA?

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627