Ao estilo vagalume, Ronaldinho tem mais apagão do que brilho no Fla

Publicado em terça-feira, junho 21, 2011 ·

240_614-caso-de-policia-gdeForam 23 jogos, sete gols e momentos de vibração com a conquista do Campeonato Carioca. Mas uma análise fria das partidas de Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo traz a constatação: o camisa 10 deixou a desejar na grande maioria das atuações. No efeito vagalume, o jogador fica mais apagado do que brilha.


No empate sem gols com o Botafogo no último domingo, Ronaldinho não conseguiu nenhuma finalização e foi substituído pela segunda vez durante uma partida desde que chegou ao Rubro-Negro (a primeira fora em 13 de fevereiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Resende). O Gaúcho ouviu as vaias da torcida, que já o perseguira no primeiro jogo contra o Ceará, derrota por 2 a 1, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Foi mais um clássico em que ele passou em branco. Em cinco confrontos com rivais cariocas, não marcou uma vez sequer (três jogos contra o Bota, um contra o Fluminense e um contra o Vasco).

Nas cinco rodadas do Campeonato Brasileiro, os números de R10 indicam para um dado curioso: o jogador cometeu quase o mesmo número de faltas que sofreu: ele fez nove e recebeu dez. Diante do Botafogo, foi vítima de três faltas, enquanto cometeu cinco.

O camisa 10 acertou 141 passes e errou 27 no Brasileirão. Nas cinco primeiras partidas, finalizou apenas 14 vezes, sendo que balançou as redes em duas oportunidades (contra Avaí e Bahia).

O astral de Ronaldinho também mudou. Se antes exibia um largo sorriso até mesmo quando alguma jogada não saía dentro do esperado, ele agora se mostra irritadiço com companheiros e árbitros. A postura não é a mesma. O Ronaldinho dos primeiros jogos pelo Flamengo, mesmo sem ritmo, quase sempre era elogiado pela disposição e entrega. Muitas vezes trocou dribles por carrinhos. Agora, parece desinteressado, disperso.

O GLOBOESPORTE.COM fez um levantamento de todas as partidas do jogador pelo Flamengo. Abaixo, o internauta confere, jogo a jogo, o desempenho do meia-atacante.

atuações ronaldinho gaucho (Foto: ArteEsporte)As atuações de Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo (ArteEsporte)

Jogo 1: Flamengo 1 x 0 Nova Iguaçu. Dia 2 de fevereiro

Na sua estreia com a camisa rubro-negra, ainda pela Taça Guanabara, Ronaldinho demonstrou falta de ritmo, mas buscou jogo, finalizou e tentou algumas jogadas de efeito. A atuação foi apenas regular.

Jogo 2: Boavista 2 x 3 Flamengo. Dia 6 de fevereiro

Em cobrança de pênalti, o camisa 10 marcou seu primeiro gol pelo Flamengo no estádio Moacyrzão, em Macaé. Ronaldinho ainda apareceu em algumas jogadas de bola parada, mas caiu de produção no segundo tempo e só foi notado ao levar cartão amarelo depois de cometer uma falta dura sobre Roberto Lopes.

Jogo 3: Flamengo 1 x 0 Resende. Dia 13 de fevereiro

Na sua terceira partida, pouco acrescentou na armação de jogadas. Uma cobrança de falta foi o que de melhor fez na vitória com um gol de Deivid. Na etapa final, foi substituído por Muralha.

Jogo 4: Murici-AL 0 x 3 Flamengo. Dia 16 de fevereiro

Na estreia do Rubro-Negro na Copa do Brasil, Ronaldinho marcou o primeiro gol na vitória por 3 a 0. Depois de um primeiro tempo fraco, o camisa 10 fez de cabeça e teve atuação apenas razoável.

Jogo 5: Flamengo 1 x 1 Botafogo. Dia 20 de fevereiro

Na semifinal da Taça Guanabara, o time da Gávea se classificou para a decisão ao vencer o Alvinegro por 3 a 1 na disputa por pênaltis. Ronaldinho recebeu forte marcação de Rodrigo Mancha. Não conseguiu nada além de um bom passe e duas finalizações defendidas por Jefferson. O camisa 10 teve participação discreta na partida e não chegou a cobrar o seu pênalti, pois era o último de lista.

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627