Anastácio afirma que governo quer doar a Acadepol para uma empresa privada

Publicado em domingo, junho 19, 2011 ·

frei2O Deputado estadual Frei Anastácio (PT) revelou esta semana que existe um projeto do governo do estado, em tramitação na Assembléia Legislativa, propondo uma permuta com uma empresa privada, cedendo toda estrutura da Academia de Polícia (Acadepol) e o prédio da Central de Polícia, em troca de um prédio a ser construído no bairro do Geisel.

“Eu achei muito estranho o objeto de transação do projeto de lei 277/2011, enviado pelo Poder Executivo à Assembléia. É inadmissível o que o governo do estado está querendo que os deputados aprovem. O projeto prevê a cessão das duas estruturas para uma empresa privada, sem dar maiores explicações”, disse o parlamentar.

O deputado destacou que a estrutura da Acadepol é considerada a melhor do Nordeste e uma referência no Brasil e no mundo. “Até o pessoal do BOPE do Rio de janeiro e da SWAT, que é uma polícia especial dos Estados Unidos, já esteve dando treinamento na Acadepol. E o governo está querendo entregar a uma empresa privada, provavelmente, para construção de um Shopping Center”, informou.

O petista informou que a área da Acadepol tem 8,5 hectares e é um patrimônio do povo. Da mesma forma aconteceria com o prédio da Central de Polícia, que fica no centro histórico da Capital. Em troca, segundo o que está no projeto, essa empresa privada iria construir um prédio no bairro do Geisel, para abrigar a central de polícia e a Acadepol.“Eu gostaria que um assunto como esse fosse debatido com mais profundidade.Que o governo do estado explicasse o que está por trás disso. Quem sairá ganhando com isso? O estado?O povo?. Se uma empresa privada está sugerindo uma negociata dessa, com certeza, as vantagens são bem maiores para ela”,argumentou o parlamentar.

Frei Anastácio disse que é contra esse tipo de transação, principalmente, porque não houve um debate sobre o assunto. “Enquanto o governo está querendo ceder mais de oito hectares da Acadepol, mais a central de polícia, teria apenas uma área de quatro hectares no Geisel. Uma área de oito hectares no bairro de Mangabeira vale uma verdadeira fortuna. Eu gostaria que antes de votar esse projeto, a Assembléia formasse uma comissão de deputados para analisar o assunto”, concluiu o deputado, acrescentando que o projeto já passou pela Comissão de Constituição e Justiça e irá para plenário assim que o recesso terminar.

Blog do Fuxico
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627