Ameaças da Al Qaeda suspendem aulas em 14 escolas da Capital; Agra fará vistoria amanhã

Publicado em terça-feira, setembro 13, 2011 ·

escola policiaCatorze escolas de João Pessoa tiveram aulas suspensas hoje após onda de ameaças de invasões, que teriam sido emitidas por traficantes da facção Al Qaeda. O Lyceu Paraibano, no centro, foi invadido por dois supostos integrantes.

A secretária Ariane Sá (Educação do Município) confirmou a suspensão das aulas em algumas unidades educacionais e antecipou que amanhã o prefeito Luciano Agra fará visita às escolas.

A secretária disse, porém, que ainda não tem mapeamento completo das escolas atingidas pelas ameaças.

“Sabemos que em algumas delas houve suspensão das aulas e em outras, apesar do temor inicial, o funcionamento foi normalizado”, disse.

Veja escolas atingidas:

Alto do Mateus
Escola Municipal Ana Nery
Escola Municipal Luiza Lima Lobo
Escola Municipal Severino Patrício
Escola Estadual Claudina Mangueira de Moura

Centro
Colégio Estadual Lyceu Paraibano
Instituto de Educação (IEP)
Escola Estadual Prof Argentina Pereira Gomes

Manaíra
Escola Estadual Alice Carneiro
Escola Municipal de Ensino Fundamental Nazinha Barbosa

Cruz das Armas
Escola Municipal Zulmira de Novais
Escola Municipal Almirante Barroso, na Comunidade do Baleado

Estadual Papa Paulo VI

Cidade Verde
Escola Municipal Anaíde Beiriz

Bairro dos Novaes
Escola Oscar de Castro

Rap ameaçador

De acordo com relato de alunos, dois homens chegaram em uma moto, entoando o rap “Bonde da Al Qaeda” e anunciaram que matariam os alunos. A aula foi suspensa.

Colégios visinhos, a exemplo do Instituto da Paraíba (IEP) e Argentina Pereira, também sofreram ameaças. Amedrontados, alunos ligaram para a redação do Portal Correio informando que o clima era de pavor entre estudantes.

As ameaças chegaram a escola Anaíde Beiriz no Cidade Verde em Mangabeira. Lá o comércio também foi alvo de ameaças.

Muitos estabelecimentos fecharam as portas e segundo o repórter Flávio Fernandes, da 98 FM, até a frota de ônibus foi reduzida.

”O diretor da escola me disse que um grupo se formou na frente da escola e, além de ameaçar invadir, disseram que iriam incendiar os ônibus”, relata Fernandes.

A turma, que se identificou como membro da Al Qaeda, revelou que alunos da escola seriam inimigos da facção.

Portalcorreio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627