Agricultores de Remígio fazem balanço das ações apoiadas pelo sindicato da categoria

Publicado em domingo, dezembro 23, 2012 ·

Agricultores familiares e trabalhadores rurais de Remígio participaram da assembléia ordinária de dezembro que aconteceu no Salão Social João XXIII para fazer um balanço das ações trabalhadas na agricultura familiar daquele município numa ação promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais daquele município.

O evento aconteceu na última terça-feira(18/12) e contou com agricultores das comunidades diversas daquele município que fizeram um balanço das implementações tecnológicas financiadas por ministérios do governo brasileiro e gestão do sindicato em parceria com as entidades do Pólo Sindical da Borborema.

“Estamos mostrando aqui um pouco o que é convivência com o semiárido, a motivação nossa toda é o grande sucesso das silagens, é o grande sucesso também de vários agricultores que puderam mostrar que sua semente da paixão produziram em pouco tempo de inverno, não tivemos aquela produção que todo mudo esperava por causa da seca, mas a gente está vendo aí cisternas ainda com água de pouca chuva e só ter uma cisterna em casa pra poder receber uma água de fora é que a gente está vendo que todo o município já tem a cisterna de placas já que a gente conseguiu no ano passado completar todas as famílias. Esse ano a gente está construindo a cisterna calçadão, barreiro trincheira e cisternas de enxurradas, então capacidade de água para o ano que vem é de não sei quantas vezes, só o barreiro trincheira é meio milhão de litros de água que tem capacidade, então chuvas fortes que dão no começo do inverno vão ser capazes de encher um barreiro desses e a gente está muito mais cisterna é muito produção”, explica o presidente do sindicato, Euzébio Cavalcante de Albuquerque.

“O sindicato de Remígio está de parabéns porque não é um sindicato que só vise a aposentadoria dos agricultores, é certo que a aposentadoria dos agricultores é um direito que tem que ser respeitado é um sindicato é um que busca fazer com que esses direitos sejam cumpridos, mas o sindicato ele tem um papel importante na agricultura familiar do município”, explica a agricultora Adilma Pereira Fernandes, residente no Assentamento Oziel Pereira, acrescentando que o ano foi de muitos investimentos em ações estruturadoras nas unidades rurais. “A gente vê muitos investimentos aqui em Remígio, esse ano foi um ano a gente viu várias barragens subterrâneas sendo construídas, cisternas calçadão que no ano passado a gente só teve 30 cisternas e esse ano duplicou o número de cisternas calçadão, cisternas pequenas pra guardar a água pra beber como também a organização das mulheres e o papel que ele teve na organização e unificação do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável que foi uma luta que a gente teve que travar no município.

Roselita Victor da Costa é diretora daquele órgão sindical e, ao dialogar com Stúdio Rural, fez uma avaliação de que mesmo neste ano de seca as famílias fizeram grande teste com a viabilidade da agroecologia e que a entidade fecha o ano com ações significativas para a sustentabilidade da agricultura familiar naquele município. “Tivemos grandes momentos, tivemos a grande luta pela segurança no campo no início do ano, a gente vê os resultados que a questão da violência tem diminuído não sendo ainda aquilo que a gente espera com uma vigilância mais permanente, mas diminuiu muito os roubos de moto, acabou as invasões das casas das famílias, então a nossa mobilização junto ao Pólo pra ocupar a BR em Lagoa Seca foi grande momento nesse ano de 2012”, exemplifica aquela liderança.

Antonio Junio é morador daquele município e foi articulador dos territórios no Estado da Paraíba, participou do encontro e comentou a importância do evento desenvolvido pelo sindicato e ao mesmo tempo faz um balanço das ações que vêm sendo desenvolvidas por aquele sindicato. “Muito importante, o trabalho do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Remígio é um trabalho que tem que ser fortalecido, é um trabalho feito pela sociedade civil junto as comunidades rurais, mas é um trabalho que tem uma conexão com toda a região através da Articulação do Semiárido, com o Pólo Sindical da Borborema e que precisa ser mais apoiado e com certeza terá apoio a partir de 2013 onde estaremos juntos com o sindicato colaborando para que essas ações possam ser ampliadas para um número maior de agricultores do município de Remígio”, comenta aquela liderança que assumirá a Secretaria Municipal de Agricultura daquela municipalidade.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627