Acusado de matar Aryane Thaís é condenado a 17 anos e seis meses de prisão em regime fechado

Publicado em sexta-feira, setembro 20, 2013 ·

Foto: David Martins
Foto: David Martins

Luiz Paes de Araújo Neto, acusado de matar a estudante Aryane Thaís, foi condenado a 17 anos e  seis meses de prisão em regime fechado, mas a defesa ainda poder recorrer. A sentença saiu por volta das 03h30 da madrugada desta sexta-feira (2) depois de mais de 10 horas de julgamento. Durante o depoimento  Luiz  Paes de Araújo negou a autoria do crime.

Sobre o crime- Aryane Thaís foi encontrada morta às margens da BR 230 no dia 15 de abril de 2010. Os exames confirmaram que Aryane estava grávida de Luiz Paes de Araújo Neto. De acordo com os autos do processo, Luiz tinha se encontrado com Aryane na noite anterior a que o corpo foi encontrado e o casal chegou a discutir por conta da gravidez indesejada.

Em 2012, a defesa de Luiz Paes de Araújo Neto entrou com um Recurso em Sentido Estrito para evitar o júri popular, mas a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba rejeitou o pedido. A tentativa da defesa de impedir o julgamento do acusado em júri popular também foi frustrada pelo Supremo Tribunal de Justiça, quando negada pelo ministro relator da 5ª Turma do STJ em 2013.

 

 paraiba.com.br

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627