esportes

A regularização dos Jogos e o Futuro do Brasil

Publicado em terça-feira, julho 21, 2020 ·

O ex-presidente do Brasil, durante o regime militar, Eurico Gaspar Dutra assinou, em 30 de abril de 1946, o decreto-lei 9 215, onde ficou estabelecido a proibição dos jogos de azar no Brasil, sob o argumento de que a pratica é degradante para o ser humano.

No entanto, essa proibição teve forte influência da primeira-dama, Carmela Dutra, conhecida como Dona Santinha, devido a sua forte religiosidade, se baseia exclusivamente em seus dogmas religiosos.

Essa proibição teve consequências devastadoras para o país. Economicamente, cidades que tinham a sua renda majoritariamente dos cassinos, como Petrópolis, Poços de Caldas, Lambari, Caxambu, dentre outras, viveram uma onda de grande falência e desemprego.

Como não havia emprego para os agora ex-funcionários dos cassinos, assim como os trabalhadores que tinham a sua renda dependente dos turistas e jogadores que frequentavam a região, estes passaram a procurar empregos em grandes centros urbanos.

Este grande fluxo de pessoas criou questões que perduram até os dias de hoje, como o crescimento de favelas e moradias ilegais, o elevado índice de criminalidade e a baixa procura de turistas estrangeiros.

Já existem um grande interesse político para legalizar os cassinos no Brasil atualmente, onde este seriam estruturas agregadas a resorts, criando um interesse de turistas estrangeiros no país.

Esta medida seria uma manobra do governo para arrecadar mais impostos com o investimento de grandes empresas estrangeiras, além de criar novos empregos e gerar receita para empresas e trabalhadores que se beneficiariam do aquecimento do turismo. Levando o país para a saída de uma crescente crise economia que ficou ainda mais agravada após a pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

A legalização dos cassinos no Brasil é vista com bons olhos e defendida até mesmo por políticos de grande influência religiosa, como Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro e Bispo da Igreja Universal do Reino de Deus e sobrinho de Edir Macedo, fundador da IURD.

Atualmente, no Brasil, as marcas que desejam operar no mercado de jogo só podem fazer esta atividade por maio das plataformas online, onde as gigantes do setor já realizam esta atuação. Um deles é a empresa sueca LeoVegas, que além de permitir jogos de cassino, também atua com apostas esportivas.

Recentemente, com a intenção de difundir ainda mais a sua exposição junto ao público brasileiro, a empresa investiu parte da sua publicidade em marketing esportivo, ligados principalmente ao futebol, onde anunciou o contrato de patrocínio com o Guarani Futebol Clube, time de Campinas, interior do estado de São Paulo e também com o ex-jogador Evair, que se tornou um dos embaixadores da marca, com a youtuber Raquel Freestyle.

Vale salientar, que este modelo de apostas e jogos online é totalmente regular e legal, já que as empresas são licenciadas e regulamentadas nos países onde estão instaladas fisicamente.

No entanto, por meio da internet, só cabe a união recolher parte do lucro dos jogadores, por meio do Imposto de Renda, deixando de cobrar taxas, impostos e ainda gerar receita com a criação de empregos e atrativos turísticos.

Só nos resta esperar pela boa vontade dos políticos e garantir que o Brasil seja regido como um estado laico já que assim é proclamado, deixando de lado todos os dogmas religiosos que desabonem o interesse e bem-estar da população.

 

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS
















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627