2 x 1: Belo vence fora de casa, quebra invencibilidade do Salgueiro e decide semifinal em Casa

Publicado em domingo, setembro 29, 2013 ·

botafogo-pbO jogo começou às 16h, a partida de ida da semifinal da competição acontece no Estádio Salgueirão, casa do adversário, em Pernambuco. O Belo entrou desfalcado sem o meia Lenílson que é um dos principais nomes na Série D.

O Salgueiro começa pressionando nos primeiros momentos do jogo. Aos 4 minutos de jogo, Elves tenta abrir o palcar para o Salgueiro, mas Rémerson defende.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A bola fica lá e cá, mas aos 12 minutos Fausto cruza para Doda, que manda direto no canto esquerdo do gol do Salgueiro. Belo 1 x 0. O Salgueiro responde em seguida Fabrício Ceará chuta rasteiro no canto esquerdo do gol, mas Remerson vai direto na bola e defende.

O Salgueiro continua atancando: Elves cobra escanteio e Fabrício Ceará desviou para o gol, mas Rémerson vai na bola e impede o gol.

Aos 28 Paulo Macaíba manda uma bomba em direção ao gol do Salgueiro, mas a bola passa raspando pelo segundo pau.

O jogo continua quente e aos 38 minutos Cleberson é derrubado na entrada da área e árbitro da falta para o Salgueiro. Elves bate a falta e a bola vai na trave, dando um susto no Belo.

Aos 45 do primeiro tempo no rebote do escanteio, o meia Aílton manda para o gol e Marcel tenta afastar e manda a bola para o gol. Salgueiro empata e o jogo vai para o intervalo.

No intervalo jogadores e o técnico do Belo reclamam do lance de empate do jogo. Macelo Vilar, técnico do Botafogo reclamou: ‘Para mim a bola não entrou, mas o árbitro validou o gol’. Marcel ratificou a crítica: ‘A bola saiu, mas a bandeira não deu e validou o gol’.

O Salgueiro volta agressivo no segundo tempo, mas Remerson vira um paredão. O Salgueiro pressiona o Botafogo para marcar o segundo gol, mas esbarra na defesa.

Aos 16 minutos, Ferreira cobra falta e Izaías e Fausto sobem para tentar cabecear. Mas foi o volante que mandou a bola para o fundo das redes e o Belo faz o segundo do jogo, ficando à frente do placar novamente.

Dessa vez o Belo continua no ataque e Fausto manda uma bomba em direção ao gol, mas o goleiro Mandragon se estica para defender.

O Salgueiro volta a pressionar e chega com perigo ao gol de Remerson, que se atrapalha na defesa, mas o zagueiro Marcel consegue salvar.

Com o resultado, o Botafogo quebra uma sequencia de 24 jogos em que o Salgueiro não perde em casa.

Warley, atacante do Botafogo comentou: Tabus estão ai para serem querbrados. Sentimos dificuldades de jogar aqui, pois eles são muitos fortes na bola aérea, o calor e o sol também não ajudaram. Mas estamos ai e não tem nada ganho.

Já Rémerson, goleiro do Botafogo está focado no jogo de volta: O Almeidão vai estar lotado no domingo. Vamos decidir a semifinal lá em João Pessoa e esperamos apoio da torcida.

O técnico, Marcelo Vilar comemorou: Jogamos com raça e vitória foi merecida. Mas ainda não tem nada ganho. Não pudíamos nos desconcentrar, pois jogar aqui é muito dificil pois eles alçam a bola na área muito bem.

Escalação do Botafogo: Remerson; Ferreira, Marcel, André Lima, Celico;  Zaquel,  Hercules,  Pio,  Doda; Fausto e Paulino Macaíba.

Renda: R$ 68.670 mil

Público: 9.685

paraiba.com.br

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627